Home
Mapa do site
Webmail
  Buscar...
   Santa Teresa - ES, 21 de janeiro de 2018
     
História  
Cronologia

1875: Chega à região de Santa Teresa os primeiro imigrantes italianos.

1901: Os frades capuchinhos fundam a Escola Paroquial Rita Beverini, de Santa Teresa, destinada ao ensino das séries iniciais aos filhos de imigrantes. Foram matriculadas no primeiro ano de funcionamento pouco mais de 20 crianças.

1911: A escola absorve uma clientela de 60 alunos, sendo 10 internos.

1913: Como o governo não atende aos pedidos de material e profissionais, os frades são obrigados a fechar a escola.

1916: A escola é reaberta, depois de uma reforma, com o nome de Colégio Ítalo-Brasileiro. Passaram a ser oferecidas as turmas de 1ª à 5ª série e as matrículas foram abertas a crianças de outras comunidades, inclusive Vitória.

1923: O número de alunos já chegava a 110.

1929: A crise econômica mundial atinge os cafeicultores da região e afeta a escola após sofrer as dificuldades do período de entre-guerras.

1930: O Colégio Ítalo-Brasileiro fecha as portas.

1934: A Igreja Católica permite a abertura de um seminário no local onde funcionava a instituição.

1935: O Seminário Seráfico São Francisco de Assis é aberto e recebe os primeiros 40 jovens seminaristas.

1956: Começa a construção da nova sede do seminário, onde, até hoje, funciona a sede da Esfa.

1960: O seminário é transferido para o novo prédio, passando a abrigar 120 seminaristas.

1972: O Seminário Seráfico São Francisco de Assis passa a aceitar estudantes do sexo feminino em seu quadro de alunos.

1973: A instituição muda de nome: chama-se Educandário Seráfico São Francisco de Assis e implanta as turmas profissionalizantes do então Segundo Grau.

1980: O Educandário assume o curso profissionalizante de Contabilidade (ministrado pelo Colégio Teresense, que fechou as portas) e lança o curso de Magistério.

1995: É aberto o Curso Científico, atualmente chamado de Ensino Médio. Neste ano, também, os frades capuchinhos, atendendo a pedidos da comunidade, enviam ao Governo Federal o pedido de implantação do curso superior de Ciências Biológicas.

1998: Começam as aulas do curso de Ciências Biológicas.

1999: É implantado o curso de Farmácia.

2000: São criados os cursos de Educação Física e Pedagogia.

2003: É criada a Coordenação de Pós-Graduação. O curso de Ciências Biológicas é reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

2004: O Educandário passa a se chamar Escola São Francisco de Assis. São reconhecidos pelo MEC os outros três cursos.

2006: São criados os cursos de Biomedicina, Odontologia e Superior de Tecnologia em Saneamento Ambiental.

2007: É criado o curso de Nutrição.

2009: Autorizado o curso de Medicina Veterinária Bacharelado.

VoltarImprimir
 
HISTÓRIA
 
LOGOMARCA - TAU
 
 



  | (27) 9 9238-4883